domingo, 19 de maio de 2013

Felicidade é tudo de bom!


Hora se soltar a imaginação
Criar um novo dia
Realizar os desejos
Deixar o corpo dançar...

Ah, como é bom!
Deixar o sorriso no rosto
Só por sentir dentro de nós a magia fluir.

Passei pelo parque
Comprei uma maça do amor
A cada mordida
O passado vinha à tona
Eu, minha mãe com meus irmãos pequenos
Fazendo um passeio no zoológico
E se deliciando com uma maça do amor.

Maça do amor pra mim
Tem gosto de felicidade
Tem gosto de saudade de um tempo bom
Tem gosto de amor de mãe
Huuuuuummmmmm...
Tudo de bom! :)

Felicidade é saciar a vontade
De um doce desejo
Deixar os sentidos serem tocados
Fluindo a emoção.

Tânia Gorodniuk

domingo, 5 de maio de 2013

Ser transparente


Às vezes, fico me perguntando porque é tão difícil ser transparente...
Costumamos acreditar que ser transparente é simplesmente ser sincero, não enganar os outros. 
Mas ser transparente é muito mais do que isso. 
É ter coragem de se expor, de ser frágil, de chorar, de falar do que sente... 
Ser transparente é desnudar a alma, é deixar cair as máscaras, baixar as armas, destruir muros... 
Ser transparente é permitir que a doçura aflore, transborde... 
Mas, infelizmente, a maioria decide não correr esse risco. 
Preferimos a dureza da razão à leveza reveladora da fragilidade humana. 
Preferimos o nó na garganta às lágrimas que brotam da alma... 
Preferimos nos perder numa busca por respostas a simplesmente admitir que não sabemos nada e que temos medo! 
Por mais doloroso que seja ter de construir uma máscara que nos distancia cada vez mais de quem realmente somos, preferimos assim: manter uma imagem que nos dê a sensação de proteção. 

E assim, vamos nos afundando em falsas palavras, atitudes, em falsos sentimentos... 
Com o passar dos anos, um vazio frio e escuro nos faz perceber que já não sabemos dar e nem pedir o que de mais precioso temos a compartilhar... 
A doçura, a compreensão de que todos nós sofremos, nos sentimos sós... 
Uma saudade desesperada de nós mesmos, daquilo que pulsa e grita dentro de nós, mas que não temos coragem de mostrar... 
Porque aprendemos que isso é ser fraco, é ser bobo, é ser menos do que o outro! 
Quando, na verdade, agir com o coração, poupa a dor... 
Sugiro que deixemos explodir toda a doçura! 
Que consigamos não prender o choro, não conter a gargalhada, não esconder tanto o nosso medo, não desejar parecer tão invencíveis... 
Chega de tentar controlar tanto.... 
Responder tanto...
Competir tanto... 
Tente simplesmente viver, sentir e amar.

____Rosana Braga________

O que você achou do novo visual?