sexta-feira, 6 de maio de 2011

Idas e vidas do amar!



O amar... esse tal de amor, 
é sentimento em flor
difundindo em músicas e versos 
e prosas a mais loucas poesias
Mas amar não são flores
são espinhos...
são momentos de puro desejo
mas também são sofrimento
assim como nascem
murcham...e morrem
assim é o amor
intenso e verdadeiro
mas quando finda
provoca dores no peito
faz sofrer a alma
e destroi lentamente...
Mas amar é cuidar, 
cultivar, admirar, contemplar, 
e assim fazer ele crescer 
e também se multiplicar
frutificar... e florir
aromatizando a vida
ofertando ao mundo
infinitas cores
Amar não tem idade
nem tempo para acontecer
vem e vai...
transforma assim
nós...em seres humanos racionais!
(Fouquet, 5 de maio de 2011)

AMO COMO A POSIA DE FERNANDO PESSOA...


O que você achou do novo visual?