quarta-feira, 4 de maio de 2011

Namorar é...

Namorar
é se apaixonar aos poucos
é também conhecer alguém especial
é beijar com sentimento,
é estar por perto nas boas e nas más horas
é fazer carinho...
é conversar futilidades a vezes
é brincar feito adolescentes
é ser amigo sempre
é ter cumplicidade em doses homeopáticas
é chorar...rir...dar gargalhadas sem motivo
é estar na companhia de quem nos faz bem
é ir ao cinema, as vezes, comer pipoca...
é dormir juntinho nos finais de semana
é pensar no hoje, planejar o amanhã sem medo
é imaginar com pitadas de sonho um futuro juntos
é desfrutar...sentir prazer...fazer amor...
é saber que nada é eterno...que tudo de começo...meio e....
é deixar que os planetas se alinhem...
é caminhar rumo ao horizonte...
é acreditar que todo caminho pode ser eterno
é saber que o mundo dá voltas....
é pensar nas possibilidades...
é não ter idade limite...nem mesmo cor da pele...
é sentir o outro presente, sempre!
é estar ao lado e não tomar posse...
é não ter vergonha de ser feliz eternamente!
é isso mesmo, namorar é um montão de coisas juntas
é acreditar que o amor existe e pode estar ao nosso lado...
(Fouquet, 17 de fevereiro de 2011)

Par perfeito...(loucuras de um poeta solitário)



Ando procurando
uma metade
deve ser sincera...
senhora da sua identidade
unica e que deseje ser amada
autêntica...com alma e coração
Que seja perfeitamente imperfeita
e ainda infantil em sonhos
adulta em suas atitudes...
Ando procurando mais
momentos de felicidade
uma mulher intensa
que complete a minha metade
e que esteja próxima...
mesmo que distante
uma mulher insana
que me fascine em cada toque
sem receio dessa proximidade...
Ando procurando um complemento
um amor que ajude a somar
e a dividir todos os momentos
Que seja crédula em Deus
e acredite em amores impossíveis
que caminhe sem medo ao meu lado
e que capture minha alma
Metade mulher, outra metade musa
sem ser perfeita...
que goste de desbravar mundos
ou apenas o meus espaços mudos
Ando procurando
procuro...olho... um olhar perdido
um verso... uma harmonia pura
onde possa despertar desejos
fragmentos dum pequeno poema
para começar a amar e ser feliz
Sou poeta sim,
imperfeito ser humano
virtualmente perfeito,
viciado em aromas e cheiros
em momentos intensos e freqüentes
cheios de calafrios nas noites de amor
onde os poemas ganham vida
e as mãos empunham lápis
açoitando suavemente as folhas de papel
onde crio...transcrevo nossos momentos
sem cortes, cheios dos mais intensos
insanos...repletos de amor e tesão
Ando procurando
a deliciosa sensação
de estar atado à outra pessoa,
a entrega total de si mesmo
um amor recheado de romantismo
desse tipo de amor extinto
mas que acredito ser verdadeiro
Minha metade é mulher...
que seja curiosa...
com belas histórias e carícias amorosas
Ando procurando um olhar
aquele tipo que me faça
brilhar...iluminando a alma
que em seu próprio sentido
mesmo em prosa e verso
é indecifrável... sem algo parecido...
unico e que faça o meu tipo
Ando procurando um algo mais
um ser com palavras certas
e atitudes poéticas...
um amor que faça com meu coração
uma fantástica alquimia carnal
Minha metade é quase invisível
mas não é impossível...
é um espectro de luz...
e até mesmo uma miragem de amor
Ando procurando essa metade
de curvas imperfeitas... saliências desenhadas
retas torneadas...vontade plena,
que vive na palavra e sobrevive...
ilesa em meus sonhos de poeta
Minha metade é dona de um sorriso
que convida... provoca e ordena
implora...sem ter medo de ser amada...
Ando procurando a tanto tempo
que escrevi esta declaração
misturada com os meus sonhos
devaneios... desejos dum poeta solitário.
Procuro...busco...
continuo minha interminável busca
a busca pela felicidade eterna...
Mas nunca esquecendo:
"... que seja eterno enquanto dure..."
já dizia um poeta amigo...
(Fouquet, 28 de fevereiro de 2011)

EU TENHO UM AMIGO COMO DESCREVE A POESIA!!

Gosto de gente ... que tem conteúdo ... e sabe ser gente !...
Que tem muito amor dentro de si
Que erra e reconhece seus erros
Que apanha e assimila os golpes
Que cai e se levanta
Que tira lições de seu sofrimento
Que chora um choro sentido
Que faz com que suas lágrimas lavem sua dor mais doída
Que não perde o seu humor e sabe demonstrar alegria
... em seus piores momentos
Que consegue fazer alguem feliz mesmo quando o seu coração
... se encontra em pedaços
Que sabe calar quando o ideal seria gritar sua angústia
Que consola quando precisaria ser consolado
Que elogia quando poderia maldizer
Que mantém sua fé
Que perdoa mesmo sabendo que jamais poderá esquecer a mágoa
Que manteve a calma em seu momento de pior desespero
Que vibra mesmo tendo lágrimas no canto de seus olhos
Que mesmo doido consegue irradiar tranquilidade
Que guarda e espelha a felicidade que trás dentro de si
... ultrapassando o que parece ser impossivel
Que tem orgulho de suas atitudes leais
Que não finge ... que não trai ... que não mente
Que não dissimula a dor que sente
Que demonstra e trata de sua ferida ... sincera e honestamente
Que olha nos meus olhos quando falo
Que sabe ouvir com paciência
... mesmo não compreendendo o que esta ocorrendo
... sabe respeitar o sentimento alheio
Que briga por um amigo sem saber ao menos o que ocorreu
Que diz as verdades ... que nem sempre as pessoas querem ouvir
Que crê numa amizade
Que nunca virou as costas ... que nunca desistiu
Que estende sua mão permanentemente leal
Que fica junto da gente nas alegrias
... e bem a nosso lado ... no meio das tempestades
Que se empenha em buscar ... sem medo de revelar
a verdadeira realidade ... que mora em sua alma
Que soube ultrapassar todos os obstáculos com dignidade
Que tem satisfação em viver feliz com o seu proceder
Gosto de gente ... que tem conteúdo ... e sabe ser gente !...
Por isso ... amo você !...
((21 abril 2003 ... 5 anos)) 
Ana Luiza
Lameirão Menezes Frotta

O que você achou do novo visual?